skip to Main Content
Controle De Fluxo De Caixa – Aprenda A Fazer Um Infalível Em 3 Passos

Controle de Fluxo de Caixa – aprenda a fazer um infalível em 3 passos

Um bom controle de fluxo de caixa é indispensável para qualquer empresa, e ainda pode te ajudar a compreender melhor o quanto você lucra e gasta com diversos aspectos do seu negócio!

Se tem uma ferramenta poderosa, relativamente simples de ser utilizada, mas que ainda causa muita dor de cabeça em empresários com negócios de diversos portes e segmentos, é o controle de fluxo de caixa.

Bem, entender as movimentações financeira da sua empresa é algo indispensável, e não ter controle sobre isso é um convite ao prejuízo e despesas excessivas para a sua empresa. Se não quer passar por isso, está no lugar certo!

Hoje, aqui no blog da Hands, preparamos um artigo especial, que será o seuguia para encontrar o equilíbrio financeiro para a sua empresa através do controle de fluxo de caixa!

Quer saber tudo sobre esse assunto e aprender a realizar o seu próprio controle com 3 dicas simples? Então, confira!

Controle de Fluxo de Caixa – o que você precisa saber sobre isso?

Antes de conferir as 3 dicas importantes, não posso deixar de abordar alguns aspectos fundamentais do controle de fluxo de caixa, porque talvez você sequer saiba a extensão dos efeitos de um bom controle e pode nem saber o que exatamente é isso.

Bom, vamos lá! O controle de fluxo de caixa nada mais é do que um procedimento que analisa a origem e o destino do dinheiro na sua empresa, e precisa ser realizado em uma frequência diária.

É a partir daí que você pode entender quais são os produtos que mais trazem retorno ao seu negócio – não de uma forma tão completa como uma DRE – Demonstração de Resultado do Exercício, o quanto gasta e quais os fornecedores que mais recebem as quantias destinadas à compra de serviços e produtos.

Agora que você está situado, vamos às dicas!

1 – não deixe para fazer durante o expediente

Um ponto importante sobre o controle de fluxo de caixa é não realizá-lo durante o expediente. Isso porque você deverá ter várias movimentações acontecendo no seu caixa o dia todo, e fazer o controle disso antes do final do expediente poderá gerar retrabalho e erros.

Por isso, o ideal é fazer o controle de fluxo de caixa depois do término do dia de trabalho, ou ainda melhor: deixar esse serviço nas mãos de um contador especializado no seu segmento. Isso te poupará tempo, dinheiro e evitará dores de cabeça.

2 – Despesas separadas

O controle de fluxo de caixa depende da assertividade e de você ter a consciência de que suas contas pessoais devem ser separadas das contas da empresa. Mesmo que sejam transações de pequeno porte. O impacto final pode ser gigantesco e atrapalhar os seus negócios.

3 – Utilize o máximo possível de tecnologia!

A tecnologia está aí para te ajudar. Por isso, dependendo do seu segmento, informatizar todo o processo será não apenas possível, mas muito benéfico!

Restaurantes e lanchonetes, por exemplo, podem contar com comandas eletrônicas. Seja qual for o caso da sua empresa, contar com a ajuda de um sistema é importante, pois garante integridade e agilidade nas informações.

Não use, em hipótese alguma, registros em papel.

Ainda possui alguma dúvida? Que tal entrar em contato com a Ram Assessoria Contábil?

Somos uma Contabilidade em Belém – PA, especialistas no seu negócio para ajudá-lo.

Será um prazer conversar!

Acesse nosso Facebook: @ramassessoriacontabil

Sucesso e até logo.

Assine nossa newsletter

Receba dicas valiosas para o seu negócio semanalmente!

Recomendado só para você!
Um bom software médico é exatamente o que você precisa…
Back To Top